Millydielle's Blog

2 de janeiro de 2012

Não se acomode! Busque alternativas no amor

Filed under: Relacionamento e Namoro — by milly_JF @ 2:23

Incomodar e Acomodar. São verbos com sentidos distintos, que quando inseridos em um relacionamento convidam seus donos a buscarem uma saída. Tanto o incomodado como o acomodado precisam encontrar uma alternativa ou solução para o que sentem. Qualquer um desses dois sentimentos é ruim para uma relação e seguir neles não traz ganhos e tampouco enriquece a vida. As manifestações ocorrem de formas variadas e vou mostrar algumas possibilidades.

O incomodado percebe que algo não está bem na relação. Algumas vezes demonstra e outras vezes se irrita, mas nem sempre busca compreender o que pode ser melhorado, o que realmente traz desconforto, e qual é sua real participação na história. Ele se torna por vezes uma pessoa simplesmente queixosa, difícil de conviver exatamente por não expor a situação ao seu parceiro e acaba demonstrando sua insatisfação por meio dos atos, e não da verbalização. Muitas são as pessoas que estão insatisfeitas sem terem consciência do quanto que contribuem para essa situação, responsabilizando o parceiro por todos os problemas da relação. Podem ser pessoas que apresentam essa característica também em outras áreas da vida e não percebem o quanto depende delas sair desse estado.

Os acomodados por sua vez podem se tornar assim por diferentes razões. Por medo de novos riscos, por passividade, pela crença de que não são merecedores de algo melhor, ou por baixa autoestima. Ao contrário dos incomodados que de uma forma ou de outra demonstram suas insatisfações, o acomodado as guarda para si e sem que perceba, espera pacientemente uma solução que lhe será dada. Outra diferença é que aquele que se incomoda muitas vezes atribui ao outro os problemas da sua vida, ao passo que o acomodado até percebe que poderia ele mesmo mudar a situação, mas está tantas vezes tão fragilizado que não se vê com capacidade de mudanças. O incomodado quase sempre grita enquanto o acomodado se silencia, ambos sofrem, porém de maneiras distintas.

Ainda que com demonstrações distintas, os dois estão passivamente estacionados em suas vidas amorosas. Resistem em um lugar que nada lhes acrescenta, que não os enriquece afetivamente e não os torna mais felizes. O incomodado espera que o outro resolva seu problema já que na maior parte das vezes deposita no outro a causa, já o acomodado espera que lhe mostrem a saída ainda que perceba que grande parte do problema está nele. Queixar-se e gastar energia nessa atitude não é sinônimo de transformação assim como acomodar-se não significa estar bem.

Também não é necessário associar mudanças à necessidade de dar um fim ao relacionamento. Muitos temem sair da posição conhecida por receio de perder e ter que lidar com o desconhecido. A perda maior é ficar onde está ou como está, quando não se está feliz. É possível mudar, transformar e ainda assim continuar junto. A diferença é que se encontrará uma forma mais saudável de viver e conviver.

Muitos se acomodam no incômodo e passam a vida reclamando, tornando-se parceiros de difícil convivência. Já outros, mais saudáveis não toleram a acomodação e esse é o melhor tipo de inquietação, pois isso levará à novas possibilidades, variadas vivências e melhores escolhas.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: