Millydielle's Blog

8 de julho de 2013

O que fazer para não se estressar com o parceiro Seu gato fez algo que você não gostou na paquera, no namoro ou no casamento? Aprenda a colocá-lo no lugar dele de maneira suave e sem brigar

Filed under: Relacionamento e Namoro — by milly_JF @ 22:29

Brigar à toa desgasta qualquer relacionamento. Porém, às vezes, há certas situações que não podem acabar em pizza, principalmente se você se sentiu magoada por algo que o parceiro fez ou falou.

Nesse caso, é preciso saber dosar a reação para não deixar a coisa ainda pior. Por isso, está na hora de aprender a dar um basta ao sofrimento desnecessário de maneira racional, sem se entregar ao drama. Parece difícil? Pois as terapeutas de casal Heloisa Schauff e Solange Rosset mostram que não: elas listaram alguns problemas comuns que incomodam o sexo feminino e ensinam como devemos responder para que o companheiro entenda sem se estressar.

Na paquera

· Você e o gato saíram juntos pela primeira vez. O encontro foi inesquecível, mas, depois disso, ele nunca mais ligou.

O que você provavelmente faria: telefonaria perguntando o que houve ou lotaria a caixa de mensagens do bonitão com textos que demonstrariam toda a sua insegurança. Conclusão: ele iria cair fora, sem nem pensar duas vezes, depois de “descobrir” que você é uma chata que não faz nada além
de pegar no pé dos homens.

O que você deve fazer: controlar-se. Nada de telefonemas, mensagens ou qualquer tipo de sinal de fumaça. Deixe-o pensar que você também tem seus afazeres e outras coisas com as quais precisa se preocupar.

Acredite: isso fará com que o gato admire o valor que você dá a si mesma. Se ele está realmente a fim, vai procurá-la novamente. Caso isso não aconteça, esqueça-o: há muitos homens por aí!

· Ele ligou, foi um fofo e marcou um encontro. Você se arrumou toda e chegou no horário combinado. Mas o sem-vergonha não apareceu nem deu satisfação.

O que você provavelmente faria: ligaria insistentemente no celular dele. Ficaria preocupada e esperaria o moço até o restaurante fechar, com esperança de que ele apareceria a qualquer momento, com uma explicação qualquer, suficiente para você perdoá-lo e dar uma nova chance ao romance.

O que você deve fazer: entenda que essa foi uma atitude grosseira da parte dele. Você deve aprender a dar valor a si própria. Portanto, pague a conta, levanta-se e saia de cabeça erguida. Depois, exclua o telefone dele da sua agenda e, se encontrá-lo por acaso, trate-o com total indiferença, como se nada tivesse acontecido.

No namoro

· Ele insiste em sair sozinho todos os finais de semana.

O que você provavelmente faria: ou você aceitaria a condição por medo de perdê-lo ou tentaria impedir e passaria a noite toda brigando.

O que você deve fazer: tenha um papo sincero e alinhe os objetivos do casal. Vocês podem entrar em acordo: ele sai duas vezes por mês e duas fica com você.

· Na hora H, ele a chamou pelo nome da ex.

O que você provavelmente faria: ficaria triste e culparia a si própria pelo deslize do gato.

O que você deve fazer: talvez ele tenha terminado há pouco tempo, mas você não pode aceitar. Reavalie se não foi rápido na relação.

No casamento

· Meu maridão é um pouco folgado. Ele não colabora com nenhuma tarefa doméstica.

O que você provavelmente faria: cansada de pedir e reclamar, perderia a paciência e arrumaria uma superbriga com o parceiro.

O que você deve fazer: converse e negocie. Use um tom de voz suave e escolha a hora certa para bater o papo. Explique que você está sobrecarregada e que seria mais fácil e justo se dividissem as tarefas. Afinal, a casa é dos dois. E você teria até mais disposição para namorar…

· Ele chegou mais tarde do trabalho na sexta e não se explicou.

O que você provavelmente faria: ligaria muitas vezes perguntando onde ele está, se vai demorar, quando vai chegar.

O que você deve fazer: mantenha a calma e explique como ficou perturbada. Diga que nada disso precisaria ter acontecido se ele ligasse para dizer que iria se atrasar – e dê o assunto por encerrado.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: